Organização, estrutura… Título coroa trabalho do Boavista nos últimos anos

02/10/2017 - Reportagem: Globoesporte.com


Foto: Globoesporte.com

A estrutura montada pelo Boavista para um competição, seja ela qual for, sempre rendeu elogios dos jogadores que passaram pelo clube, principalmente dos chamados “medalhões” e dos treinadores que estiveram no time da Região dos Lagos nos últimos anos. No entanto, apesar da equipe ficar conhecido pelo poderio financeiro e estrutal, os resultados recentes não correspondiam às expectativas quase sempre criadas em cima do Verdão.

No Campeonato Carioca deste ano, por exemplo, sob o comando de Joel Santana, o clube fez apenas uma campanha regular, apesar do alto investimento nas contratações de Felipe, Fellype Gabriel, Leandrão e Renato Silva. Mas o trabalho desempenhado no time da Região dos Lagos acabou recompensado nesta quarta-feira, com o caneco da Copa Rio em cima do Americano.

– Primeiramente, temos que agradecer a Deus, porque eles é quem nos capacita para enfrentar as adversidades do dia a dia. Temos que agradecer aos nossos gestores Jônatas e João Paulo por toda a estrutura. Agradecer a todos da comissão técnica e do apoio. Esse planejamento é estratégico, estamos tentando há tempos fortalecer a marca do Boavista no cenário nacional – diz o diretor executivo Verdão, Thiago Alves, um dos responsáveis pela administratação do futebol.

O caneco do Boavista acontece justamente com um elenco sem tantas apostas em nomes mais renomados, apesar da equipe ainda contar com Júlio César, ex-Vasco, Bota, Fla e Flu, Rafael, ex-Flu e Vasco, Leandrão, ex-Vasco, e Fellype Gabriel, ex-Vasco, Bota e Fla. Além disso, o clube é dirigo por Eduardo Allax, que assumiu o clube para a disputa da Série D do Brasileiro.

Após ter caído na segunda fase da Quarta Divisão, o treinador contou com o apoio da diretoria do time de Bacaxá e foi mantido para a sequência da Copa Rio. Para Thiago Alves, o título da competição premia todo o desempenho do clube na temporada.

– Essas competições regionais são de extrema importância para o fortalecimento da nossa marca, nos dá um alicerce em âmbito nacional. O ano de 2017 foi muito bom para nós. Fomos para a terceira fase da Copa do Brasil, que nunca tínhamos chegado. Fomos para a segunda fase do Brasileiro e agora fechamos com o título da Copa Rio. Para mim, isso é algo de muito orgulho, é a coroação do trabalho.

Com o caneco da Copa Rio, o Boavista está garantido na Copa do Brasil em 2018. Neste ano, o clube conseguiu atingir a terceira fase da competição após ter passado por Ceará e Portuguesa-SP – acabou eliminado pelo Sport.

Na próxima temporada, o clube ainda terá pela frente mais uma participação na elite do Carioca. Até o momento, a direção do Verdão ainda não divulgou o planejamento do ano que vem.

Últimas notícias do BoaVista...