Diretor da Ferj espera que Ifab reconsidere veto as cinco substituições no Carioca

24/01/2018 - Reportagem: Globoesporte.com


Marcelo Vianna, diretor de competições da Ferj (Foto: Vicente Seda)

Depois de se ver obrigada a suspender a possibilidade de cinco substituições por partida no Campeonato Carioca deste ano, a Ferj avisa que não desistiu da novidade. Marcelo Vianna, diretor de competições da entidade, explicou que o entendimento da Ferj é diferente do Ifab.

– Ano passado, a Fifa, através do Ifab (Comitê Internacional das Associações de Futebol, em português), colocou a possibilidade de cinco substituições no futebol profissional e seis ou até mais no futebol amador. O Ifab só estabeleceu que não poderia haver mais de três substituições para os principais campeonatos da confederação e federações nacionais. A gente entende, portanto, que o campeonato em que não pode ser observada a regra das cinco substituições é o Campeonato Brasileiro da Série A.

Segundo o dirigente, houve um pedido da Ferj para que a CBF use o argumento junto ao Ifab, de que a principal competição é a primeira divisão do Campeonato Brasileiro.

– Houve um comunicado da Ifab para a CBF, e a CBF nos comunicou (da impossibilidade de adotar as cinco substituições no Campeonato Carioca). Pedimos a CBF para contra-argumentar, entendendo que o principal campeonato do país é o Brasileiro da Série A. Estamos agora aguardando a resposta se é possível adotar ou não as cinco substituições. Enquanto isso, para não afrontar ordem hierarquicamente superior, não vamos fazer (as cinco substituições) a partir da quarta rodada. Vamos aguardar, esperamos uma resposta positiva do Ifab.